sexta-feira, 19 de julho de 2013

Percy Jackson e o Mar dos Monstros

Autor: Rick Riordan
Editora: Casa das Letras | Grupo Leya
Coleção: Percy Jackson
Páginas: 254

Classificação: 9/10

Sinopse:
O ano de Percy Jackson foi surpreendentemente calmo. Nenhum monstro se atreveu a colocar os pés no campus da sua escola em Nova Iorque. Mas quando um inocente jogo do mata entre Percy e seus colegas se transforma numa disputa mortal contra um grupo de gigantes canibais, as coisas ficam... digamos, complicadas. E a inesperada chegada da sua amiga Annabeth traz mais más noticias: as fronteiras mágicas que protegem a Colónia dos Mestiços foram envenenadas por um inimigo misterioso e, a menos que encontrem uma cura, o único porto seguro dos semideuses tem os seus dias contados.  

Nesta emocionante e divertida continuação da série iniciada com Os Ladrões do Olimpo, Percy e seus amigos precisam se aventurar no mar dos Monstros para salvar a Colónia dos Mestiços. Antes, porém, o nosso herói descobrirá um chocante mistério sobre sua família — algo que o fará questionar se ser filho de Posídon é uma honra ou simplesmente uma piada de mau gosto.


Crítica:

Faltam algumas semanas para a estreia de O Mar dos Monstros nos cinemas, por isso decidi reler este fantástico livro do autor norte-americano, Rick Riordan.
Bem, eu comecei a ler este livro normalmente e quando esta incrivel aventura foi avançando comecei a ter a impressão de que já tinha lido isto antes... e, de facto, li em Ulisses, da escritora portuguesa Maria Alberta Meneres. Ambos os livros são baseados nas história contadas em A Odisseia de Homero, que conta as aventura de um semi-deus, filho de Minerva/Athena, Deusa da Sabedoria. Nesta caso Percy não é filho de Athena, mas sim de Posídon, o Senhor dos Mares. 
É simplesmente hilariante ler Percy Jackson depois de já ter lido os feitos de Ulisses, porque Riordan faz questão de deixar bem claro que no mundo da mitologia essa história aconteceu e agora é Percy quem vai navegar pelo Mar dos Monstros e tentar encontrar a única salvação possível para os semi-deuses.
Um livro fantástico, a continuação de Os Ladrões do Olimpo, faz jus ao primeiro livro da saga e deixa-nos a querer mais. Tenho mais uma coisa a dizer, depois de lerem o fim não vão aguentar muito tempo sem ler o terceiro livro!

Sem comentários:

Publicar um comentário