quinta-feira, 1 de agosto de 2013

O Hobbit

Autor: J. R. R. Tolkien
Editora: Publicações Europa-América
Coleção: Obras de Tolkien
Páginas: 264

Classificação: 10/10

Sinopse:
O Hobbit é a história das aventuras de um grupo de anões que vão à procura de um tesouro guardado por um terrível dragão.

São relutantemente acompanhados por Bilbo Baggins, um hobbit apreciador do conforto e vida calma. Encontros com elfos, gnomos e aranhas gigantes, conversas com o dragão, Smaug, o Magnífico, e a presença involuntária na Batalha dos Cinco Exércitos são algumas das experiências por que Bilbo passará. O Hobbit é não só uma história maravilhosa como o prelúdio a O Senhor dos Anéis.


Crítica:

Porque é que já acabou? Bem, depois de ler este magnifico livro percebo porque é que a editora que o publicou pela primeira vez insistiu tanto para que Tolkien escrevesse a continuação, e essa continuação deu origem àquela que uma das maiores obras de fantasia de sempre, O Senhor dos Anéis.
Muitas pessoas não sabem, mas Tolkien não planeou escrever O Senhor dos Anéis como que uma continuação para O Hobbit, na verdade o sonho do autor sempre foi acabar e publicar a mais completa das suas obras, O Silmarillion, infelizmente o editor quis mais uma história sobre os hobbits e foi ai que Tolkien começou a escrever a sua mais conhecida obra, O Senhor dos Anéis.
Bem, para ser sincera este livro surpreendeu-me bastantes, pela positiva claro. Tolkien não é um mero escritor de fantasia, primeiro ele é O Escritor de fantasia, e segundo ele é mais do que isso, é um artista. Um artista da imaginação, das palavras, do mundo que criou... A maioria dos autores arranja um ilustrador para fazer mapas e dar aos leitores uma ideia das paisagens, Tolkien não, ele desenha os mapas e cria o seu mundo e põe-no em imagens para que todos possam ver o quão belo ele é. As ilustrações de O Hobbit são incríveis!
Quanto ao livro, não me desiludi-o nada, eu já tinha lido a trilogia antes de ler este livro e confesso que me ajudou a perceber melhor O Senhor dos Anéis e gostar ainda mais da Terra Média. Apesar das belas, mas imensas, descrições do autor o livro lê-se muito bem, e claro é uma leitura obrigatória! Posso admitir que este é daqueles livro que nunca vou esquecer, está entre os meus favoritos, e vai ser difícil superar a nobre fantasia de J. R. R. Tolkien.

Sem comentários:

Publicar um comentário